Pabllo Vittar ganha matéria especial no site da Vogue dos Estados Unidos

Pabllo Vittar ganhou uma matéria de destaque no site da revista Vogue, dos Estados Unidos, nesta terça (27/11). Intitulada “O que Pabllo Vittar, superestrela pop, significa para o Brasil (e o resto de nós) atualmente”, a reportagem contextualiza o sucesso da carreira da artista neste momento político específico do país e destaque seus feitos, como ser a drag queen mais seguida do mundo nas redes sociais e a primeira drag queen a ser indicada a um Grammy (Latino).

Quatro anos depois do início de Pabllo Vittar, o Brasil está em guerra consigo mesmo e com o progresso: no ano passado, um juiz federal anulou uma proibição de 18 anos à terapia de conversão, permitindo que psicólogos tratem a homossexualidade como uma doença e, em outubro, o país elegeu o extrema-direita e abertamente homofóbico Jair Bolsonaro como seu novo presidente. (Bolsonaro já disse que homossexualidade é resultado do uso de drogas e comparou a adoção por parte de casais gays à pedofilia; ele também disse que seria incapaz de amar um filho homossexual e que preferiria que seu filho morresse em um acidente do que fosse gay. (…) E, ainda, esse mesmo país produziu uma nova estrela pop e sensação midiática LGBTQ, que usa pronomes intercambiáveis e aparece nas redes sociais montada e desmontado, que orgulhosamente combina estilos musicais tradicionais brasileiros com a brilhante estética pop americana, cujas letras celebram a liberação sexual e seu próprio ‘Corpo Sensual’, e cujas entrevista proclamam sua recusa em esconder ou negar quem ela é de onde ela é”, diz uma parte da matéria.

A convite da revista americana, Pabllo Vittar gravou um tutorial de maquiagem, mostrando sua “montação”. Assista:

 

COMENTÁRIOS