Colunas e Entrevistas | VittarLovers Brasil

Colunas e Entrevistas

Billboard cita Pabllo Vittar em lista de artistas LGBTQ para ficar de olho: “uma questão de tempo para ganhar valorização nos EUA”

Na linha de publicações de retrospectiva de 2018, a Billboard resolveu listar os artistas do meio LGBTQ pra ficar de olho, aqueles que o público pode ter perdido, mas não deveria. No meio de artistas como Brandi Carlile, Brooke Candy, Donna Missal e Kim Petras, Pabllo Vittar foi citada.

Na descrição, o destaque foi para a música “Problema Seu”. Os editores não pouparam elogios. “Depois de colaborações de alto padrão com Charli XCX e Diplo, a mega estrela brasileira Pabllo Vittar está começando a ganhar força nos EUA. Como a drag queen mais seguida no Instagram – três vezes mais que RuPaul – é só uma questão de tempo antes que seu repertório exuberante de canções tecnobrega como ‘Problema Seu’ ganhe reconhecimento nos EUA”, escreveu.

A Billboard é uma das principais publicações sobre música no mundo e costuma ser visionária sobre os artistas. Recentemente, em entrevista à revista Veja, os planos para ultrapassar barreiras foram revelados. “Os representantes da (gravadora) Sony em todo o mundo conhecem a Pabllo. Estamos esperando a canção certa para lançá-la no exterior”, afirmou Paulo Junqueiro, presidente da multinacional no Brasil.

 ©  POPLine

Perdeu? Assista a participação de Pabllo Vittar no programa da Eliana.

Pabllo Vittar esteve nesta tarde no programa da Eliana no SBT e foi um sucesso de audiencia atingindo 11 pontos, mantendo a vice-liderança isolada. A drag queen abriu o dominical com uma performance linda de “Problema Seu”, o primeiro single do álbum “Não Para Não”, e em seguida recebeu uma grande homenagem da apresentadora, com depoimentos de várias pessoas que passaram por sua vida antes da fama.

O programa mostrou a casa humilde onde Pabllo viveu com a mãe e a irmã quando era criança, o colégio, a escola de balé que frequentou, e o escritório de telemarketing onde trabalhou. Vizinhos, colegas de trabalho, amigos e até professores apareceram com histórias do passado. “A gente passa por muitas escolas que não dão apoio aos alunos LGBTs”, disse Pabllo, “muitas escolas olham para os alunos LGBTs com desdenho, mas graças a Deus tive professoras como ela que me respeitaram e acreditaram nos meus sonhos”.

Confira a emocionante história de vida de Pabllo exibida no programa:

Logo após muito choro e emoção foi a vez de Pabllo Vittar participar do quadro “Cardapio Surpresa”, ao lado da apresentadora Eliana e da socialite e humorista Narcisa Tamborindeguy, Pabllo comeu iguarias nunca vista antes, pratos um pouco quanto peculiares que tinham como ingredientes girinos, entranhas de um bagre do mar e até larvas.

Pabllo Vittar ganha matéria especial no site da Vogue dos Estados Unidos

Pabllo Vittar ganhou uma matéria de destaque no site da revista Vogue, dos Estados Unidos, nesta terça (27/11). Intitulada “O que Pabllo Vittar, superestrela pop, significa para o Brasil (e o resto de nós) atualmente”, a reportagem contextualiza o sucesso da carreira da artista neste momento político específico do país e destaque seus feitos, como ser a drag queen mais seguida do mundo nas redes sociais e a primeira drag queen a ser indicada a um Grammy (Latino).

Quatro anos depois do início de Pabllo Vittar, o Brasil está em guerra consigo mesmo e com o progresso: no ano passado, um juiz federal anulou uma proibição de 18 anos à terapia de conversão, permitindo que psicólogos tratem a homossexualidade como uma doença e, em outubro, o país elegeu o extrema-direita e abertamente homofóbico Jair Bolsonaro como seu novo presidente. (Bolsonaro já disse que homossexualidade é resultado do uso de drogas e comparou a adoção por parte de casais gays à pedofilia; ele também disse que seria incapaz de amar um filho homossexual e que preferiria que seu filho morresse em um acidente do que fosse gay. (…) E, ainda, esse mesmo país produziu uma nova estrela pop e sensação midiática LGBTQ, que usa pronomes intercambiáveis e aparece nas redes sociais montada e desmontado, que orgulhosamente combina estilos musicais tradicionais brasileiros com a brilhante estética pop americana, cujas letras celebram a liberação sexual e seu próprio ‘Corpo Sensual’, e cujas entrevista proclamam sua recusa em esconder ou negar quem ela é de onde ela é”, diz uma parte da matéria.

A convite da revista americana, Pabllo Vittar gravou um tutorial de maquiagem, mostrando sua “montação”. Assista:

 

Sidney Magal admite para Pabllo Vittar: “fiz muitas críticas a você

Sidney Magal e Pabllo Vittar foram os participantes do quadro “Você Por Aqui?” do “Fantástico” no domingo (25/11). Em um encontro surpresa, os dois cantores compartilharam experiências pessoais e profissionais e relataram preconceitos sofridos em suas trajetórias. No fim do papo, Sidney admitiu para Pabllo: “vou ser muito sincero, já que estou diante de você. Logo nas primeiras aparições tuas, quando você veio com todo gás, botou pra lenhar e chamou atenção de muita gente, eu fui uma das pessoas que fiz muitas críticas a você. ‘Gente, mas não precisa, está muito exagerado. Ela está esquecendo que precisa cantar, ela está gritando muito”.

Clique na imagem para ver o video:

A percepção do veterano, porém, mudou com o tempo. “Até que um dia eu te vi cantar, em outras situações… Até a minha filha falou isso: ‘presta atenção, que ele sabe cantar, e realmente está fazendo um trabalho…’. Ou ela, como você preferir, porque ‘a Pabllo’ é difícil se acostumar (risos). A Pabllo, o Pabllo, mas de qualquer maneira o artista dentro de você não tem sexo,então não importa muito, mas eu sempre dou esse conselho: se concentre naquilo que você faz e mostre que é melhor do que aquilo que pensaram de você. Eu desejo, do fundo do meu coração, que com profissionalismo você cada vez melhore mais, porque ninguém nasce sabendo, nem começa sabendo”.

Pabllo Vittar disse que críticas – construtivas – lhe impulsionam a querer melhorar. “Apesar de muita coisa horrível que eu leio e que muitas vezes as pessoas falam pra mim, isso não me tira a vontade de viver, sabe? Então eu me sinto uma pessoa muito abençoada por Deus”, disse.

© POPLine

Pabllo Vittar dá depoimento sobre “sair do armário”: “nunca passou pela minha cabeça ser hetero”

Pabllo Vittar concedeu um depoimento à campanha “Coming Out 60 – #ProntoSaí”, da MTV brasileira, com o objetivo de celebrar a autoaceitação e uma vida sem precisar esconder a própria sexualidade. “Nunca passou pela minha cabeça a possibilidade de ser hetero. Eu amo ser desse jeito, amo ser eu, acho lindo”, disse a cantora, “acho que todos têm o seu momento para sair do armário, expressão que eu não gosto. Um conselho para quem quer sair do armário é se rodear de pessoas que te respeitem e que te amem. Se amem. Se respeitem acima de tudo. Quando a gente se respeita, as outras pessoas passam a nos respeitar do jeito que somos”.

Relatando sua própria experiência, Pabllo conta que teve total apoio da mãe e da família desde sempre, mas que teve que enfrentar o medo diariamente nas ruas. É conhecida a discriminação que a drag sofreu na infância e adolescência na escola. “Mas isso não me deixa frustrado, nem me dá mais medo, apenas me dá mais força pra continuar fazendo o que faço, levando meu trabalho pra frente”, pontua a artista, “tenho muito orgulho de ser quem eu sou, o que mais me deixa feliz em ser eu é minha coragem. Sinto essa coragem dentro de mim desde pequeno. Parece um fogo que queima e que me faz fazer coisas que eu jamais pensei em fazer e que jamais pensei que fossem acontecer. Me considero muito corajosa”.

Pabllo atualmente divulga o single “Disk Me” e cumpre agenda da recém-estreada turnê de seu segundo álbum, “Não Para Não”.

© POPLine.

Em entrevista para Pedro Bial, Pabllo Vittar confirma estar apaixonada: “Torçam por mim, Brasil!”

Mesmo com a agenda lotada de compromissos e shows da turnê “Não Para Não”, Pabllo Vittar ainda tem tempo para se apaixonar, por mais que momentos mais íntimos com o boy ainda sejam escassos.

Em entrevista ao programa “Conversa com Bial”, Pabllo confirmou estar apaixonada e falou que não fica mais com fãs, já que no meio do beijo, seus fãs param para perguntar a ela sobre novos lançamentos ou até mesmo sobre sua montação.

Amo meus fãs, mas não fico mais”, afirmou Pabllo Vittar antes de confirmar estar conversando um rapaz que conheceu após seu show em São Paulo no dia 2 de novembro. “Saí do meu show e conheci uma pessoa. Não beijei, nem nada. Só fiquei encantada. Falei para as minhas amigas que estava ficando apaixonada”, afirmou Pabllo.

A sua agenda apertada é o motivo de não ter tido mais momentos com o rapaz que está conhecendo e já se vê apaixonada, mas Pabllo Vittar garante que o interesse é mútuo e pediu a torcida dos seus fãs para que tudo dê certo. “Ele me mandou uma música por mensagem. Pelo o que entendi, ele queria o meu corpo ‘seduzente’ total de prazer. Torçam por mim, Brasil!”, concluiu Pabllo Vittar.

Além da entrevista completa, Pabllo também cantou diversos hits, clique aqui e confira.

© POPLine

Pabllo Vittar fala sobre sua influência no público infantojuvenil

Pabllo Vittar tem muito o que comemorar. O sucesso de suas músicas quebrou o preconceito que muita gente ainda tinha com drag queens e pessoas LGBTQ no Brasil. A cantora vê isso, particularmente, com o público infantojuvenil, que a abraçou desde o início, livre de preconceitos. Quando pensa nisso, Pabllo tem esperanças de um futuro mais inclusivo e menos discriminador. “Essa mensagem da diversidade que a gente está trazendo agora me faz acreditar que estamos trabalhando para um futuro melhor. Tenho certeza que essas crianças que aprendem isso desde cedo vão ensinar para os filhos delas que as pessoas merecem respeito. A minha aposta de um futuro melhor é nessas crianças”, disse ao GShow.

Quando era criança, os ídolos de Pabllo Vittar eram Whitney Houston, Shania Twain e Tina Turner. Não havia uma drag queen cantando na TV em quem pudesse se espelhar. “Hoje em dia, poder ser uma Tina Turner para uma criança, ou a própria Pabllo Vittar mesmo, é muito incrível”, comentou.

Ela começou a se dar conta da adoração do público infantil no ano passado. As coreografias e as cores encantam as crianças. “Quando eu era menor, tinha as minhas divas, como a Beyoncé. Era algo tão distante. Outro dia, umas crianças pediram para tirar foto comigo num hotel. Tenho um público infantil. Fico chocada. Sou a nova Xuxa”, disse em 2017.

© POPLine

 

Influente rádio internacional chama Pabllo Vittar de “drag queen do momento”

O clipe de “Caliente”, da cantora argentina Lali com participação de Pabllo Vittar, estreou no Youtube na última madrugada. O vídeo está rendendo pautas em veículos gringos, por conta da alta popularidade de Lali. A influente rádio latina Los40 publicou uma matéria se referindo a Pabllo como “a drag queen do momento” no título. Já no conteúdo do texto, a cantora é qualificada como “a drag queen brasileira que se tornou uma sensação”. “De fato, nos últimos três anos, Vittar lançou álbuns e se tornou a primeira drag queen indicada ao Grammy Latino, graças à música ‘Sua Cara’, que compete como Melhor Colaboração Urbana”, diz a notícia.

O vídeo estreou uma hora antes no site da Billboard americana, que também destacou o fato de Pabllo ser uma indicada ao Grammy Latino. “Eu tenho seguido sua carreira e amo tudo que ela representa e sua imagem”, diz Lali na notícia do lançamento, “ela é perfeita para essa música. Foi a fusão perfeita e genuína”.

O site argentino La Viola classificou Pabllo Vittar como “a drag queen brasileira que é sucesso no mundo”. O jornal La Nación, por sua vez, também deu destaque para o clipe e chamou Pabllo de “sensação da música brasileira”. “Com os morros típicos da cidade brasileira e a recente vitória de Jair Bolsonaro, que se manifestou em várias oportunidades contra mulheres e homossexuais, é inevitável pensar nas nuances ao ver as imagens do clipe”, diz o veículo, “Pabllo Vittar é a primeira artista a posicionar três músicas simultaneamente no Top 5 do Spotify Brasil.Também foi a primeira artista latina a protagonizar o ‘Up Next Documentary’ da Apple Music”.

Site americano aponta Pabllo Vittar como “voz da resistência contra Jair Bolsonaro”

Pabllo Vittar ganhou destaque no site americano do Buzzfeed nesta semana. A conta do veículo no Twitter, com 1,27 milhão de seguidores, postou um vídeo apresentando a drag queen como “a voz da resistência contra o ‘Donald Trump do Brasil’” – ou seja, o presidenciável Jair Bolsonaro. Veja o vídeo e logo abaixo a tradução:

“Essa drag queen está liderando a resistência contra o Trump do Brasil. Pabllo Vittar é uma drag queen muito famosa no Brasil. Ela começou fazendo covers de artistas internacionais como Beyoncé e explodiu sua popularidade no ano passado fazendo uma música com Diplo e Anitta. Anitta é uma das cantoras pop mais famosas no Brasil. Mas ela foi rejeitada pelos fãs porque não falava sobre o assassinato de uma política negra e pobre. Ela também não apoiou o movimento #EleNão, contra Jair Bolsonaro. Ele é como nosso Donald Trump. Mas pior. Muito, muito pior. Muitas vezes, ele deu declarações sexistas, racistas e homofóbicas. Pabllo mostrou seu apoio ao movimento #EleNão e cortou sua parceria com as marcas que apoiavam Bolsonaro. Ela usou o lançamento de seu álbum novo para dizer às pessoas que não votassem nele. Ela está na linha de frente desse movimento. Nós te amamos”.

No dia da votação do primeiro turno, quando Jair Bolsonaro se classificou para o segundo turno contra Fernando Haddad, com ampla vantagem de votos, Pabllo Vittar usou as redes sociais para se posicionar mais uma vez. “Nunca deixem de brilhar e no segundo já sabe! É 13 #pelosdireitosdetodos #haddad”, escreveu a drag queen no Instagram.

 

View this post on Instagram

 

// nunca deixem de brilhar e no segundo turno já sabe! É 13 ❤️🌈✨ #pelodireitodetodos #haddad

A post shared by Pabllo Vittar ✨🔋💕 (@pabllovittar) on

CAPRICHO: Pabllo Vittar fala sobre novo álbum e amor-próprio: “amo ser quem eu sou”

Em recente entrevista à CAPRICHO, Pabllo Vittar falou sobre o processo criativo do disco, contou como comemorou a repercussão dele e fez questão de dizer que pretende superar os momentos difíceis com muito amor.

“Vamos resistir dançando e sorrindo, porque a gente não veio aqui pra ficar triste e pra sofrer, não é, não?!”, disse Pabllo.

pabllo-vittar-nao-para-nao

Confira a entrevista completa:

Ao ser perguntada sobre as principais influências que buscou para o álbum “Não Para Não” Pabllo Vittar respondeu: Eu quis trazer todas as influências musicais que tenho, desde a minha passagem pelo Pará, onde eu escutava muito Companhia do Calypso, passando pelo Maranhão, onde eu ouvia forró, swingueira, pagodão baiano… Não Para Não é um álbum que mexeu muito comigo porque voltei em lembranças para trazer esses ritmos com uma pitada de pop.

 

Ao ser perguntada sobre sua reação sobre a repercussão pós-lançamento do “Não Para Não” no Spotify, Pabllo respondeu: Primeiramente, gritei muito, pulei em cima da cama, bati cabelo, dei uma rebolada e, depois, respirei e fui lá conferir. (risos) Não era fake news, meu amor! Todas as faixas entraram no Top 40 e quatro delas ficaram no Top 10. Fiquei muito feliz. Agradeço aos meus fãs, que ouviram esse álbum  igual sei lá o que…

Ao ser perguntada sobre o processo de criação e gravação do disco Pabllo respondeu: Gravei em LA e isso influenciou muito meu trabalho, porque lá estava muito calor e eu acordava feliz. Além de que estava realizando meu sonho! Sempre quis ir para Los Angeles saber se era igual aos filmes e às séries. Mana, realmente é igualzinho, não muda uma vírgula!

Ao ser perguntada se houve tempo de passear por LA, Pabllo respondeu: Eu tive um dia de folga e foi bem no dia da Parada do Orgulho LGBTQ de lá. Me joguei, beijei na boca horrores, oxi… Eu estava desmontadinha, ninguém me conhecia ali. Foi tudo!

Sobre a pergunta sobre porque escolheu Disk Me para ser o novo single do Não Para Não, Pabllo respondeu: Depois de Problema Seu, eu queria trazer uma sofrência para acalentar nossos corações. Mas você reparou que no clipe de Disk Me eu estou sofrendo, mas estou belíssima, de salto na piscina? (risos) Queria trazer isso para a realidade das manas. A gente pode sofrer, mas não pode deixar de se amar.

Após ser perguntada sobre como se sente ao saber o sucesso enorme que faz no exterior Pabllo respondeu: Mana, me sinto muito feliz, sabia? Acredito que sou muito abençoada, porque sou cercada de pessoas que gostam de mim, que me dão voz e força para continuar lutando todo dia. Eu amo muito ser quem eu sou e poder fazer o que eu faço. Me realizo.

 

Matéria original: Pabllo Vittar fala sobre novo álbum e amor-próprio: “amo ser quem eu sou”

Copyright 2018 © - Vittarlovers Brasil