Colunas e Entrevistas | VittarLovers Brasil

Colunas e Entrevistas

Influente rádio internacional chama Pabllo Vittar de “drag queen do momento”

O clipe de “Caliente”, da cantora argentina Lali com participação de Pabllo Vittar, estreou no Youtube na última madrugada. O vídeo está rendendo pautas em veículos gringos, por conta da alta popularidade de Lali. A influente rádio latina Los40 publicou uma matéria se referindo a Pabllo como “a drag queen do momento” no título. Já no conteúdo do texto, a cantora é qualificada como “a drag queen brasileira que se tornou uma sensação”. “De fato, nos últimos três anos, Vittar lançou álbuns e se tornou a primeira drag queen indicada ao Grammy Latino, graças à música ‘Sua Cara’, que compete como Melhor Colaboração Urbana”, diz a notícia.

O vídeo estreou uma hora antes no site da Billboard americana, que também destacou o fato de Pabllo ser uma indicada ao Grammy Latino. “Eu tenho seguido sua carreira e amo tudo que ela representa e sua imagem”, diz Lali na notícia do lançamento, “ela é perfeita para essa música. Foi a fusão perfeita e genuína”.

O site argentino La Viola classificou Pabllo Vittar como “a drag queen brasileira que é sucesso no mundo”. O jornal La Nación, por sua vez, também deu destaque para o clipe e chamou Pabllo de “sensação da música brasileira”. “Com os morros típicos da cidade brasileira e a recente vitória de Jair Bolsonaro, que se manifestou em várias oportunidades contra mulheres e homossexuais, é inevitável pensar nas nuances ao ver as imagens do clipe”, diz o veículo, “Pabllo Vittar é a primeira artista a posicionar três músicas simultaneamente no Top 5 do Spotify Brasil.Também foi a primeira artista latina a protagonizar o ‘Up Next Documentary’ da Apple Music”.

Site americano aponta Pabllo Vittar como “voz da resistência contra Jair Bolsonaro”

Pabllo Vittar ganhou destaque no site americano do Buzzfeed nesta semana. A conta do veículo no Twitter, com 1,27 milhão de seguidores, postou um vídeo apresentando a drag queen como “a voz da resistência contra o ‘Donald Trump do Brasil’” – ou seja, o presidenciável Jair Bolsonaro. Veja o vídeo e logo abaixo a tradução:

“Essa drag queen está liderando a resistência contra o Trump do Brasil. Pabllo Vittar é uma drag queen muito famosa no Brasil. Ela começou fazendo covers de artistas internacionais como Beyoncé e explodiu sua popularidade no ano passado fazendo uma música com Diplo e Anitta. Anitta é uma das cantoras pop mais famosas no Brasil. Mas ela foi rejeitada pelos fãs porque não falava sobre o assassinato de uma política negra e pobre. Ela também não apoiou o movimento #EleNão, contra Jair Bolsonaro. Ele é como nosso Donald Trump. Mas pior. Muito, muito pior. Muitas vezes, ele deu declarações sexistas, racistas e homofóbicas. Pabllo mostrou seu apoio ao movimento #EleNão e cortou sua parceria com as marcas que apoiavam Bolsonaro. Ela usou o lançamento de seu álbum novo para dizer às pessoas que não votassem nele. Ela está na linha de frente desse movimento. Nós te amamos”.

No dia da votação do primeiro turno, quando Jair Bolsonaro se classificou para o segundo turno contra Fernando Haddad, com ampla vantagem de votos, Pabllo Vittar usou as redes sociais para se posicionar mais uma vez. “Nunca deixem de brilhar e no segundo já sabe! É 13 #pelosdireitosdetodos #haddad”, escreveu a drag queen no Instagram.

 

View this post on Instagram

 

// nunca deixem de brilhar e no segundo turno já sabe! É 13 ❤️🌈✨ #pelodireitodetodos #haddad

A post shared by Pabllo Vittar ✨🔋💕 (@pabllovittar) on

CAPRICHO: Pabllo Vittar fala sobre novo álbum e amor-próprio: “amo ser quem eu sou”

Em recente entrevista à CAPRICHO, Pabllo Vittar falou sobre o processo criativo do disco, contou como comemorou a repercussão dele e fez questão de dizer que pretende superar os momentos difíceis com muito amor.

“Vamos resistir dançando e sorrindo, porque a gente não veio aqui pra ficar triste e pra sofrer, não é, não?!”, disse Pabllo.

pabllo-vittar-nao-para-nao

Confira a entrevista completa:

Ao ser perguntada sobre as principais influências que buscou para o álbum “Não Para Não” Pabllo Vittar respondeu: Eu quis trazer todas as influências musicais que tenho, desde a minha passagem pelo Pará, onde eu escutava muito Companhia do Calypso, passando pelo Maranhão, onde eu ouvia forró, swingueira, pagodão baiano… Não Para Não é um álbum que mexeu muito comigo porque voltei em lembranças para trazer esses ritmos com uma pitada de pop.

 

Ao ser perguntada sobre sua reação sobre a repercussão pós-lançamento do “Não Para Não” no Spotify, Pabllo respondeu: Primeiramente, gritei muito, pulei em cima da cama, bati cabelo, dei uma rebolada e, depois, respirei e fui lá conferir. (risos) Não era fake news, meu amor! Todas as faixas entraram no Top 40 e quatro delas ficaram no Top 10. Fiquei muito feliz. Agradeço aos meus fãs, que ouviram esse álbum  igual sei lá o que…

Ao ser perguntada sobre o processo de criação e gravação do disco Pabllo respondeu: Gravei em LA e isso influenciou muito meu trabalho, porque lá estava muito calor e eu acordava feliz. Além de que estava realizando meu sonho! Sempre quis ir para Los Angeles saber se era igual aos filmes e às séries. Mana, realmente é igualzinho, não muda uma vírgula!

Ao ser perguntada se houve tempo de passear por LA, Pabllo respondeu: Eu tive um dia de folga e foi bem no dia da Parada do Orgulho LGBTQ de lá. Me joguei, beijei na boca horrores, oxi… Eu estava desmontadinha, ninguém me conhecia ali. Foi tudo!

Sobre a pergunta sobre porque escolheu Disk Me para ser o novo single do Não Para Não, Pabllo respondeu: Depois de Problema Seu, eu queria trazer uma sofrência para acalentar nossos corações. Mas você reparou que no clipe de Disk Me eu estou sofrendo, mas estou belíssima, de salto na piscina? (risos) Queria trazer isso para a realidade das manas. A gente pode sofrer, mas não pode deixar de se amar.

Após ser perguntada sobre como se sente ao saber o sucesso enorme que faz no exterior Pabllo respondeu: Mana, me sinto muito feliz, sabia? Acredito que sou muito abençoada, porque sou cercada de pessoas que gostam de mim, que me dão voz e força para continuar lutando todo dia. Eu amo muito ser quem eu sou e poder fazer o que eu faço. Me realizo.

 

Matéria original: Pabllo Vittar fala sobre novo álbum e amor-próprio: “amo ser quem eu sou”

Em entrevista para a Veja, Pabllo Vittar fala sobre seus três anos de carreira, primeira montação e preconceito sofrido na infância

Faltando 5 dias para o lançamento de seu segundo álbum de estúdio, Pabllo Vittar aparece em destaque da nova edição da revista Veja respondendo várias perguntas sobre sua carreira, sua infancia e sua vida de drag, além de mostrar um trecho exclusivo dos bastidores da sessão de fotos para a matéria.

Confira:

Jornal revela detalhes da performance de Pabllo Vittar no Prêmio Multishow 2018

Apresentado este ano por Anitta e Tatá Werneck, o Prêmio Multishow 2018, que acontece no dia 25 de setembro, promete grandes performances na noite do evento, incluindo a primeira live do canal do Kondzilla, o maior canal do YouTube Brasil.

Além de apresentações da própria Anitta, Ivete Sangalo, Luan Santana, entre tantos outros, a drag queen Pabllo Vittar subirá ao palco do Prêmio Multishow 2018 com um exército de dançarinos: nada mais, nada menos que 40.

A informação liberada pelo jornal O Globo, ainda revelou que Pabllo Vittar irá apresentar duas de suas músicas: “Indestrutível”, do álbum “Vai Passar Mal”, e “Problema Seu”, seu mais recente single e primeira amostra do seu segundo disco.

Essa é a 25ª edição do Prêmio Multishow e neste ano eles prometem fazer uma verdadeira “homenagem à música brasileira e sua própria história”.

Em entrevista, Pabllo Vittar revela título do próximo single e detalhes de PV2!

Um pouco antes de animar a 3ª edição da festa a fantasia  “Micarê da Farra“, realizada pela casa noturna LGBT Victoria Haus na lateral do Estádio Nacional Mané Garrincha, Pabllo Vittar concedeu uma entrevista ao portal de notícias POPLine onde revelou título de seu próximo single e detalhes de seu novo álbum de estúdio. Confira:

 

“Problema Seu” está firme entre as mais tocadas do Spotify. Satisfeita?
Pra caramba! Estou muito feliz. É uma sonoridade nova. Eu já queria ter trago isso, e quis logo adiantar para ser o primeiro single do álbum novo. Novamente, é uma música que eu fiquei viciada já na primeira vez que ouvi. O ritmo é muito as coisas que eu ouvia no Maranhão – swingueira, axé – e eu quis trazer isso para meu pop. Ficou uma coisa bem legal. No clipe, eu me diverti pra caramba, menina! Dei joelhada no olho! Foi babado!

O álbum vai seguir essa linha?
O álbum é cheio de misturas. Não posso falar, mas não vai ser todo assim. Quem me conhece sabe que eu amo misturar as coisas e fazer coisas diferentes. Ontem, eu estava ouvindo algumas músicas do álbum e fiquei assim “cara, quero muito mostrar isso para as pessoas!”.

Todo mundo está perguntando sobre o título do álbum. Já tem?
Já, já tem sim!

E aí?
E aí, e aí! (risos) Já tenho!

Quando você vai lançar o álbum?
O álbum vai sair em menos de um mês, com novo single já, novo clipe, tudo novo. O sucessor do “Problema Seu” se chama “Disk Me”. D-I-S-K M-E (soletra).

Como é a música?
Tem uma pegada romântica, sofrência. A galera vai gostar bastante. É pra sofrer e dançar.

Bem diferente de “Problema Seu”, então.
Sim! Eu acho muito legal.

E o Prêmio Multishow, hein? A performance será de “Problema Seu” ou “Disk Me”?
Menina! Não vou falar muita coisa, mas vai ter medley de sucessos, vai ter “Problema Seu”, vai ter muita coreografia, aguardem!

No primeiro álbum, tinha “Indestrutível”, que era uma música super pessoal. No segundo, tem composição sua? Alguma música assim mais íntima?
Tem composição minha, sim! Tem uma música minha que se chama “Buzina”, que é composição minha com os meninos da Brabo Music, que arrasa muito comigo. Eu tenho dedo em todas as músicas! A gente forma uma equipe muito fo** na hora de fazer as músicas. Eu me divirto muito.

Confira algumas fotos e videos de Pabllo Vittar na terceira edição do “Micarê da Farra”:


Segundo fontes, as gravações do clipe de “Disk Me” aconteceram na cidade de Ubatuba, São Paulo, com direção da dupla Os Primos e está previsto pra ser lançado junto/próximo com o novo álbum.

Em entrevista, Pabllo Vittar revela detalhes sobre o videoclipe de “Problema Seu”.

Em entrevista ao Extra, Pabllo Vittar revelou novos detalhes sobre o videoclipe de “Problema Seu”, primeiro single do segundo álbum de estúdio de Pabllo Vittar.

Pabllo encarna uma espiã que invade um museu (na verdade, um pequeno palacete no bairro paulistano do Ipiranga) para roubar um artefato precioso. “Eu me inspirei em Senhor e Senhora Smith, com Brad Pitt e Angelina Jolie, e no desenho Três Espiãs Demais”, diz a cantora. Problema Seu é ambicioso: Pabllo desce de rapel, briga com um pequeno exército de dublês e aparece em quatro figurinos. O tesouro oculto no museu é o segundo disco de Pabllo Vittar, com lançamento no início de outubro.

Pabllo Vittar e a joelhada do ofício

Pabllo Vittar é capa da PAPER Magazine! Confira a entrevista e fotos inéditas.

A revista americana PAPER Magazine escolheu Pabllo Vittar para estampar a última capa da série especial de Orgulho LGBTQ+. Pabllo aparece totalmente sensual e colorida em uma sessão de fotos inéditas.

A entrevista foi comandada pela cantora britânica Charli XCX, uma das principais apoiadoras de Pabllo no cenário internacional. Leia os principais destaques da entrevista:

 

Quando eu fui ao Brasil, fui cumprimentar meus fãs e perguntei a eles: “Quem é o melhor artista do Brasil agora?”… Todos disseram que era Pabllo Vittar e começaram a compartilhar comigo seus vídeos. Eles me diziam: ‘Você tem que conhecer a Pabllo, ela é a melhor pessoa da música brasileira e representa a comunidade LGBTQ brasileira’. Você é uma figura tão importante na comunidade LGBTQ, como você se sente representando sua comunidade em um nível tão grande?

Eu me sinto muito feliz com isso porque é ótimo representar minha comunidade de uma maneira tão grande, nós vivemos nos momentos mais difíceis de todos os tempos e poder representar essa comunidade dá força, não apenas para meus fãs, mas também para eu mesma, para continuar fazendo o trabalho que fazemos, o que é muito importante. Fazer isso retrata uma mensagem tão importante para crianças e adolescentes que têm sofrido bullying, como eu quando estava com essa idade.

 

Eu vejo o Brasil como um lugar tão vibrante, mas sei que ainda há muito preconceito contra essa comunidade. Como foi crescer como membro da comunidade LGBTQ no Brasil? Foi difícil?

Foi muito difícil no começo. Eu sempre sonhei em ser capaz de atuar, estar em um palco, cantar e fazer arte, mas ao mesmo tempo eu não tinha muita esperança por causa de todo o bullying que eu tinha passado. As pessoas na escola diriam que eu nunca seria alguém e, por muito tempo na minha vida, eu acreditei nisso, mas quando você tem seus pais, sua família e amigos te apoiando, tudo fica mais fácil. Eu me sinto abençoada por ter pessoas tão boas ao meu redor.

 

Estar no palco te faz se sentir livre?

Totalmente. É o que me faz sentir mais livre. Se eu não pudesse ser uma drag, cantar ou fazer o que faço, me sentiria muito triste. Eu me sentiria como um pássaro fora do ninho.

 

Então, qual é a sua música favorita de Beyoncé de todos os tempos?

[grito] Eu gosto muito do novo álbum ‘Everything Is Love, com Jay-Z, mas a música que eu sempre vou amar e interpretar é ‘Crazy In Love’.

 

Você e eu fizemos uma música juntas [‘I Got It’ do ‘Pop 2’], e estou tão feliz por trabalharmos com Brooke Candy e Cupcakke. Eu sinto que criamos uma música que, sempre que eu toco ao vivo, as pessoas ficam loucas. Você já pensou se seremos capazes de tocar essa música juntas? Eu adoraria tocar com você e adoraria tocar no Brasil porque ouvi que os fãs brasileiros são os melhores do mundo.

OMG eu realmente quero isso. Toda vez que estou com meus amigos, gostamos de ouvir essa música. E eles sempre me perguntam: ‘Oh, quando você vai se apresentar com as garotas?’, eu sempre digo que espero que possamos fazer isso muito em breve.

 

Suas roupas estão sempre no ponto. Eu amo o seu Instagram, eu sinto que você está sempre se produzindo. Você está sempre colorida e tem seu cabelo e maquiagem feitos. Isso mostra seu humor? Ou você é sempre a mesma pessoa fazendo experimentos?

Toda vez que eu me transformo em uma drag me sinto totalmente diferente. Ser drag queen é isso. Você sempre pode ser uma pessoa diferente. Por exemplo, hoje eu tenho cabelo rosa, parecendo a Kylie Jenner. Mas toda vez que eu me monto, tento ser o meu melhor e fazer todo mundo feliz.

 

OK, então esta é uma pergunta que eu estava morrendo de vontade de perguntar: como é ficar com o Diplo?

Eu sei que você deve ter alguns amigos que adorariam fazer isso, mas do meu ponto de vista, a boca de Diplo e a minha deveriam estar juntas. Seus lábios são doces e macios, parecia comer jambo, que é uma fruta muito doce e deliciosa do Brasil. Eu não tenho palavras.

 

Como foi trabalhar com Anitta e Diplo em “Sua Cara”?

Eu amo muito Anitta e Diplo. Quando comecei, sempre quis colaborar com Anitta. E eu sempre fui uma fã do Major Lazer, isso não é segredo. Eu o amo desde que comecei a fazer música, então quando tive a oportunidade de trabalhar com Anitta para o álbum de Major Lazer, foi como realizar dois sonhos ao mesmo tempo. Foi fantástico. Estava tão quente lá, mas eu faria tudo novamente só para estar perto de Diplo e trabalhar com Anitta mais uma vez.

 

Toda vez que eu encontro o Diplo, ele fala sobre o quão quente você é. Eu acho que ele tem uma queda por você.

Diplo! Venha para mim, meu querido. Eu acho que ele tem uma queda por mim e eu também tenho uma queda por ele. Eu estava em Los Angeles gravando meu novo álbum, mas ele não estava lá. Isso foi triste. Mas respirar o mesmo ar que o meu ‘papai’ foi muito bom.

 

Como o novo álbum está indo?

O ‘Vai Passar Mal’ [meu último álbum] é um álbum muito bom, mas é hora do seguinte vir. E estou muito feliz porque as pessoas vão ouvir a mesma influência da música brasileira, do norte e nordeste do Brasil. Neste novo álbum, haverá influências da música pop latina e internacional, e eu estou muito feliz com as pessoas que estão colaborando – pessoas que estão crescendo e que eu já era amiga. Estou muito animaa para lançar o próximo single. Estou prestes a gravar o clipe e estou muito feliz.

 

Qual é a coisa mais inspiradora do Brasil para você?

A comunidade LGBTQ +. Os gays afeminados. Eu faço música para eles. Eles são uma parte maravilhosa da comunidade … e não apenas os gays afeminados, mas a comunidade como um todo, e nós somos uma comunidade muito forte. Isso me faz feliz por ter nascido no Brasil. Se eu pudesse ter escolhido onde nasceria, teria que ser aqui de qualquer maneira, porque as pessoas LGBTQ+ aqui no Brasil são muito fortes. Não quero dizer que a comunidade não seja forte em outros lugares, mas aqui temos um trabalho a fazer – unir como pessoas.

 

Se você pudesse trabalhar com qualquer diva, passado ou presente. quem seria? Qual é a sua colaboração dos sonhos?

Eu adoraria colaborar com Demi Lovato. Eu a amo. Também Beyoncé e Rihanna, que têm incrível alcance vocal. Eu acho que principalmente Beyoncé e Rihanna.

 

A sessão de fotos foi feita pela fotógrafa de Pabllo Vittar, Fernanda Tiné, e traz Pabllo toda colorida em 6 fotos com as cores verde, vermelho, azul, amarelo, laranja e roxo em destaque. Para conferir as fotos basta clicar AQUI.

Em entrevista a GQ Brasil, Pabllo Vittar fala sobre colaboração com Ludmilla e sobre o PV2. Confira.

Aos 23 anos, Pabllo Vittar vive o seu auge. Exatamente um ano depois da parceria com Anitta e Major Lazer estourar, quando foi catapultada ao sucesso internacional com “Sua Cara” (com direito a participações no Rock in Rio do ano passado, no show de Fergie, e no de Lisboa, este ano, com o duo eletrônico Sofitukker). A drag queen mais influente do Instagram (com 7 milhões de seguidores) se prepara para lançar seu segundo álbum em setembro, ainda sem título.

Em recente entrevista a GQ Brasil, Pabllo Vittar falou sobre seu segundo álbum de estúdio, colaboração com a cantora Ludmilla e mais algumas coisas.

Ao ser perguntada sobre a faixa em colaboração com a cantora Ludmilla, Pabllo fez mistério e disse:

“Não posso falar muito, mas tem a ver com a minha cara e a da Lud. Bate as duas no liquidificador, e é esse o resultado”

 (Foto: )

Quando foi perguntada sobre o que esperar do PV2, Pabllo garantiu -mais uma vez- que há “Muita brasilidade, com umas pitadas latinas porque a gente tem se banhado muito dessa vibe – só que de uma forma diferente, mais Brasil. Queria muito que o álbum fosse mais brasileiro que o primeiro, ainda reforçando o caminho que a minha carreira tem tomado, que é: música pra todo mundo”

Ao ser perguntada sobre o movimento que ganhou fama como “geração tombamento”, cujos artistas levantaram sua bandeira: fosse ela LGBT, de negritude ou de empoderamento, casos de Karol Conka e Liniker Barros, da banda com os Caramellows, entre outros, Pabllo disse: “Não acho que tem mais esse negócio de nicho”.

“Eu gosto de falar de coisas que sejam universais, unam as pessoas e que tragam respeito”, adianta, falando que o carro-chefe do novo trabalho terá o clipe gravado nas próximas semanas e sai em agosto, seguido de um outro, que vai culminar com o lançamento do álbum completo.

Até lá, a parceria com Alice Caymmi, “Eu te Avisei”, ganha um EP de remixes, com clipe gravado no último fim de semana em Minas Gerais – quando as duas também dividiram o palco no encerramento do festival Meca Inhotim, e também quando PV fez um dos últimos shows da “Vai Passar Mal TOUR”.

 (Foto: )

Em entrevista, Pabllo Vittar revela nome do lead single do PV2!

Logo após se apresentar neste domingo (01) no ‘Festival MECA Inhotim’ em Minas Gerais, Pabllo Vittar contou com exclusividade a revista Marie Claire Brasil que o lead single do PV2 se chamará “O Problema é Seu” com previsão para lançamento em agosto deste ano.

Pabllo é um sucesso estrondoso no cenário musical brasileiro, dona dos hits “K.O.” e “Corpo Sensual”, já fez parcerias com Anitta, Luccas Lucco e Preta Gil.

Seu segundo álbum de estúdio tem previsão pra a sair este ano, possui parcerias apenas em português e seguirá a mesma linha de seu antecessor (Vai Passar Mal), porém ainda mais ‘brasileiro’ com uma pitada gringa e latina. Todas as informações -atualizadas- sobre o PV2 você pode ver clicando aqui.

Copyright 2018 © - Vittarlovers Brasil